Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Happy & Healthy

Happy & Healthy


Stop Bullying!

por Happy & Healthy, em 05.06.15

Hoje quero-vos falar da prática de bullying que me tem assustado bastante nos últimos tempos, devido às situações de mau caráter, e até macabras, que têm vindo a público pelos media.

 

A propósito da semana dedicada às crianças, aqui no blog, queria chamar a atenção para a importância dos pais, quer na educação dos filhos, quer na sua integração e interação com o mundo em redor.

 

Eu sei que é bem mais fácil falar, mas ultimamente tenho visto n situações que me têm alertado para o facto dos miúdos estarem cada vez mais precoces e mimados. Se são tão exigentes com os próprios pais, imaginem-nos na escola, a lidar com professores e colegas. Por mais fofas que as crianças sejam, nós bem sabemos que conseguem também mostrar-se maldosas, sobretudo se tiverem donde tirar ideias. De facto, o que atualmente é um problemazinho, poderá vir a transformar-se num problemão! Por isso, há que ter a noção que dizer que 'não', muitas vezes não fecha nenhuma porta, deixando, pelo contrário, muitas janelas abertas, com vistas maravilhosas para o futuro.   

 

Como devem abordar este problema com os mais pequenos? Deixo aqui uma pequena série de imagens capaz de ilustrar uma conversa educativa sobre o respeito pela diferença.

 

11402742_10153030656784862_6053065335356668566_n.j

11406430_10153030656804862_860920454722486560_n.jp

   

11247804_10153030656774862_4992306167411623432_n.j

 

11412366_10153030656809862_1668386599665543993_n.j

 

11401497_10153030656829862_764214296998420295_n.jp

 

11350583_10153030656779862_8312740951262631688_n.j

 

10653484_10153030656819862_3463788470136818998_n.j

  

11391594_10153030656824862_5078250798588985718_n.j

 

 Créditos de imagem | Sachin Parekh, Ultimate Design


Hoje todos os caminhos vão dar a Serralves

por Happy & Healthy, em 31.05.15

Hello Folks!

 

Regressei um dia mais cedo para vos sugerir um passeio verde pelos majestosos jardins da Fundação Serralves, no Porto, que se encontra hoje com entrada livre ao público.

 

Passei por lá e, depois de um piquenique, de um concerto, e de uma longa caminhada, fiquei fã do espaço, que ainda não conhecia. Tem um ambiente super agradável, que foi complementado pela vivacidade inesperada dos mais que muitos transeuntes, que aderiram a esta iniciativa.

 

A par dos trajetos pedestres por entre a mais variadíssima flora, a Fundação oferece ainda espetáculos de música, de dança contemporânea, de teatro de rua, exposições de fotografia e ainda acesso ao museu.

 

Fica a sugestão para aproveitarem da forma mais saudável os últimos momentos deste fim de semana tão soalheiro ;)

 

11269471_1117789728250685_949400143_n.jpg

  

11358885_1117789541584037_1076525659_n.jpg 

 

O blog no: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN

 


The Kooks marcaram a noite em Coimbra

por Happy & Healthy, em 16.05.15

Não se pode dizer que fui longe, mas também não precisava! Os The Kooks estiveram ao rubro no Parque da Canção, em Coimbra, e foram o começo ideal para mais uma grande noite na mítica Queima das Fitas. Para os presentes e ausentes, aqui fica uma música para começar/acabar bem o dia! ;)

 

 

 

blog.jpg

 

 

Ainda nem estou em mim com o que me acabou de acontecer e, claro, vou ter que desabafar com vocês!

 

Pensava eu que tinha um blog (quase) insignificante, ainda que girito vá, e eis que surge de repente uma pessoa-muito-indignada, espalhando freneticamente os seus comentários pelo meu blog e facebook fora:

 

"Agradecia que removesse de imediato a minha receita e imagens do seu blog e facebook. Que lata!! Utilizou as minhas fotografias e receita sem autorização, além de dizer que a receita foi adaptada da minha quando é cópia na íntegra."

 

"Agradecia que removessem TODAS as minhas receitas e imagens que estão no vosso BLOG e Facebook, e que forma utilizadas sem autorização. Se não o fizerem o quanto antes terei de proceder legalmente. Grata"

  

"Não podem estar boas da cabeça..."

  

E depois de eu ter respondido...:

"Boa tarde. Removo sem problema algum, só coloquei porque costumo seguir o seu site e gostei das fotografias, apesar de já ter visto as receitas em outros sítios. Além do que coloquei sempre referências e o link directo para a sua página, portanto não se trata de qualquer tipo de plágio. Agradecia que moderasse as palavras, pois tudo se resolve com educação. Com os melhores cumprimentos."

  

...Ainda se sentiu na obrigação de continuar no blog...

"Ponha a mão na consciência. Nunca se usa imagens de outros sem autorização e a lata de dizer que a receita e "adaptada" quando não é mais do que uma cópia. Se já viu a receita noutro lado, vá buscar as imagens e receita a esse lado. Aliás já que e tão criativa e fez a tal receita (as) tira a sua fotografia e adapte a sua maneira. Muito sucesso"

  

  ***

 

Ups, parece que lhe fiz comichão atrás da orelha.

 

Meus queridos leitores, eu sinto-me na obrigação de me explicar:

  

Se seguem o meu blog, já devem ter percebido que se trata de um blog sobre estilo de vida saudável. Criei-o porque, como já vos disse, sinto muitas vezes que, nestes sites ditos 'saudáveis', vai-se a ver e uma pitada de açúcar aqui, uma colherzinha de óleo além, e vai que não vem, são logo mais umas quantas gramas de gordura saturada.

 

Devem saber também que costumo referênciar sempre os sites de onde tiro as receitas e fotos. Mas, ao que parece, há sites que não querem ser vistos. A propriedade é tão própria que Ai de quem os apreciar, ou sequer referênciar! Senti-me na obrigação de vos alertar que se forem a estes sites buscar ideias para o jantar, é melhor comerem depressa, porque se vos vêem a cozinhar uma receita "roubada"...ai ai ai... alguém vai ser processado!

  

 

Se calhar devia retirar as fotos de exercícios físicos que tenho para inspirar os meus queridos leitores, porque o inventor dos abdominais ainda se pode lembrar de me vir bater à porta e depois é que são elas!

  

Há também toda uma problemática de interpretação da língua portuguesa. Ora: "receita adaptada" - receita em que se pegou e se adaptou, na qual alguns ingredientes foram alterados. Hummmm. A mim parece haver uma diferença, ainda que sublime, entre "adaptar" e "copiar na íntegra"! Para os mais distraídos, eu dou um exemplo práctico:

 

Lembram-se destas espetadas de fruta com molho de maracujá que pus há uns tempos no blog? Ora, eu vi esta receita inicialmente em três sítios:

 

  • site-da-pessoa-muito-indignada
  • site da Direção-Geral de Saúde
  • site do Pingo Doce

 

Optei por referênciar o primeiro porque, além de ser um site que sigo (ou seguia), tinha uma foto mais apelativa. Apesar disso, havia uma pequena diferença entre esta receita e as outras duas (diferença essa que eu tinha obrigatoriamente que alterar): a primeira receita continha iogurte grego no molho de maracujá, enquanto dos outros dois sites apenas tinham água e maracujá.

 

Ora, na minha versão, leia-se adaptada!, optei por um intermédio: um iogurte magro natural, para dar consistência ao molho. Isto, porque o iogurte grego de compra não é saudável, tem natas (não sei se todos, mas, pelo menos, a maioria) e, estes sites que se dizem 'saudáveis', apesar de terem receitas e imagens realmente apetitosas, fazem escorregar inocentemente para os pratos, ingredientes que acabamos por consumir, sem saber e, sem necessidade. Por isso sim, adaptei esta e adapto quase todas as receitas, para que os meus leitores constatem que é possível uma alimentação visivelmente apelativa, deliciosa e, ainda assim, saudável.

 

Já agora paira uma questão no ar: qual das três receitas veio primeiro?  Será a pessoa-muito-indignada, a mente brilhante que se lembrou primordialmente de espetar fruta em pauzinhos e salpicá-la com maracujá? Talvez a pessoa-muito-indignada devesse mesmo ir em frente e exigir a sua estrela Michelin caseira! Corria era o risco de irritar os espíritos pré-históricos que, eventualmente, entre um porco e um javali, se tivessem lembrado de tal achado. Mas isso, já são opções que se têm que tomar na vida!

 

 Mas há sempre uma certa decepção, não há? Quando aquela pessoa que até teve um programa de televisão (e por acaso até esteve envolvida num escândalo, por alegadamente publicar receitas nos meios de comunicação que não eram da sua autoria, sem referenciar o original - há lá coisas estranhas), aquela pessoa que vemos na imprensa, que devia demonstrar uma certa maturidade, afinal perde a pose e atira insultos à primeira oportunidade, mas enfim, é o país que temos.

As pessoas-muito-indignadas deste país deviam "pôr a mão na consciência" e lembrarem-se que partilham todos os dias, nas redes socias, fotografias que não são da sua autoria.

As pessoas-muito-indignadas deste país deviam ter aprendido que ser-se educado pode ser a opção mais simples, que um mero pedido para retirar conteúdos é mais que suficiente. Mas não, o essencial é faltar ao respeito, baixar o nível. Há um gosto em chamar a atenção, mesmo que pelos piores motivos.

  

E por isso, meus queridos leitores, senti necessidade (e obrigação) de vos explicar o sucedido, o porquê de ter alterado três posts do blog (espero que com isto a pessoa-muito-indignada possa passar a pessoa-um-pouco-menos-muito-indignada): Espetadas de fruta com molho de iogurte e maracujá, para despertar sabores primaveris, Bolo de cenoura e baunilha, sem ovos, açúcar ou glúten?? Sim, é aqui!, Pãezinhos de baunilha light - até porque muitos de vocês também são bloggers. E portanto, tenham cuidado, eles andam aí! 

 

Mas agora, que já estão alertados, continuemos todos a ser Happy and Healthy :)))

 

Nota: Para mais indignações, é favor contactar por e-mail happyandhealthyclub14@gmail.com

 


Fitas Amarelas pelas ruas do Porto - Fotorreportagem

por Happy & Healthy, em 06.05.15

1.jpg

   

2.jpg

   

3.jpg

  

4.jpg

  

5.jpg

  

5,2.jpg

   

6.jpg

 

6.2.jpg

 

7.1.jpg

 

7,2.jpg

 

7.2.jpg

  

8.jpg

 

9.jpg

 

10.jpg

  

11.jpg

  

13.jpg

O celebrar de várias lutas, de pequenas vitórias, de muitas derrotas. O percorrer de um sonho.

 

 

O blog no: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN

É já amanhã! Não sei se têm a mesma sorte que eu, mas se sim sabem que Dia da Mãe é todos os dias, por isso vale sempre dar um miminho especial para lembrar que não nos esquecemos.

 

Se, tal como eu, ainda não têm nada preparado, mas querem ter, aqui têm algumas ideias simples. Sim, relaxem. Ainda vão a tempo de escaparem à etiqueta de "filhos desnaturados"... e com classe! ;)

 

mo.jpg 

 

Dica #1

 

A melhor prenda para a vossa mãe é aquela que não serveria para a minha.

As melhores prendas são as personalizadas, aquelas que mostram que estão atentos, que a conhecem, que se preocupam. Uma prenda que só serveria para a vossa mãe, vai demonstrar o quão única e especial ela é para vocês, que é exatamente o propósito do dia.

 

Logicamente que o problema é encontrar essa prenda tão única. Eu antigamente, oferecia sempre livros, porque a minha mãe é uma leitora assídua de romances históricos, era fácil. Mas as datas comemorativas repetem-se e a certa altura tem que se variar no presente. Para amanhã por acaso já tive uma ideia, mas se desse lado ainda não tiveram, não desanimem. A solução poderá estar nas próximas dicas.

 

mothers-day-canada.jpg

 

   

 

Dica #2

 

Tal como o homem, a mãe também se pode conquistar pelo estômago.

Principalmente se demonstrarem os dotes culinários adquiridos com a vossa mãe, pois estarão a evidenciar as suas excelentes qualidades de educadora, com o benefício de que lhe pouparão trabalho no Domingo (especialmente se também lavarem a louça).

 

Isto vale desde pequeno-almoço, almoço ou jantar. Uma refeição surpresa e saborosa cai sempre bem. Se precisarem de ideias saudáveis, já sabem que tenho sempre algumas dicas na manga aqui.

  

dia_das_maes-6978.gif

  

  

 

Dica #3

 

Uma ajuda no dia-a-dia é sempre bem-vinda, principalmente se chegar de forma original.

Por vezes, estamos tão habituados que a mãe nos faça tudo sem reclamar, que nos esquecemos do quão árduo é para ela trabalhar, cuidar da casa e de nós (mesmo quando já somos adultos), tudo ao mesmo tempo. Uma ajuda é sempre um bom presente (apesar de, no fundo, ser a nossa obrigação).

 

Mas esta ajuda poderá chegar no momento em que ela mais precisar. Como? Em forma de vales. Façam os vossos próprios vales personalizados, e ofereçam para que ela possa usufruir quando desejar. Apresento-vos em baixo algumas sugestões:

 

 

mom.jpg

 

No fundo o que interessa é que sejam originais e demonstrem que não se esqueceram da pessoa mais importante das vossas vidas... :)

  

 

O blog no: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN

 


Me & You and You & I

por Happy & Healthy, em 21.04.15

Um olhar, um desejo, um convite. Um filme que ninguém vê, um beijo, uma noite. Várias noites. Um encanto. Uma harmonia, uma união, uma intimidade. Paixão, Entrega, Amor. Uma discussão, um fim... uma memória. Insistir ou deixar partir.

 

Me & You, uma curta-metragem que me cativou desde o primeiro minuto (dos sete totais), retratando diferentes fases de um relacionamento. Senti uma forte empatia com a vivência deste casal, porque é difícil não nos identificarmos. Recomendo!

 

  

 

O blog no: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN

Às segundas é geralmente o dia em que vou às compras para o resto da semana. Tento planear mentalmente as refeições para os diferentes dias, o que não é fácil, mesmo que só tenha que pensar em mim, principalmente quando estou limitada ao meu orçamento de estudante, bastante limitado por sinal!

 

Há muitas vezes a ideia de que uma alimentação equilibrada exige um gasto monetário superior, uma ideia totalmente errada. Arrisco mesmo a dizer, pela minha experiência, que é totalmente o oposto. Se soubermos fazer escolhas certas, teremos não só uma alimentação saudável, como também sustentável.

 

Como? Acho que este vídeo pode ajudar!

 

 

* Vídeo realizado em 2013 por alunos da Universidade do Porto.

 

Ideias Principais:

  • Planear as refeições com antecedência;
  • Consumir produtos da época e nacionais;
  • Preferir produtos de peixaria/charcutaria, a produtos previamente embalados;
  • Comparar rótulos e fazer escolhas inteligentes;
  • Levar sacos de casa.

 

 

O blog no: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN


O que combina com uma parede branca?!

por Happy & Healthy, em 19.04.15

Há cerca de 6 anos (e acreditem, não estou a exagerar), tenho esta parede branca no meu quarto, que aguarda ser decorada. Sempre que olho para ela, vejo uma parte da minha vida, à espera de ser preenchida. E isso, de algum modo, é uma alegoria que me faz mover. Há meses, coloquei apenas este coração, um presente de uma amiga que surgiu inesperadamente no meu percurso.

 

Mas hoje decidi que isso tem de mudar. Vou preenchê-la com coisas que me inspirem! E talvez deixar um pedacido ainda em branco. Porque a vida continua. Alguma sugestão?! :))

 

paredebranca.jpg

 

11173654_1095075907188734_1152046880_n.jpg

  

 

O blog no: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN

 


Estudar medicina tem destas coisas...

por Happy & Healthy, em 17.04.15

Estudar medicina, tem destas coisas. De cadeira em cadeira, há sempre dilemas éticos que se levantam. A medicina leva-nos a questionar entre o preto e o branco, a caminhar sobre a linha cinzenta.

 

Falo-vos nisso porque, esta semana, tive uma reunião com um médico psiquiatra, sobre comunicação clínica. É uma área que estou a achar extremamente interessante, que nos ensina que, como médicos, teremos que colocar as necessidades do doente antes das nossas e, acima de tudo, compreendê-las, no seu contexto. E, apesar de ser algo necessário, acreditem que na prática, pode ser extremamente duro. 

 

Enquanto discutíamos o caso de uma adolescente que queria engravidar, acabou por partilhar uma situação que havia vivenciado. Disse-nos que no Brasil chegou a trabalhar numa consultório ambulante, prestando um serviço mais perto da comunidade, nomeadamente a grupos de risco. Havia, então, estes miúdos, com idades entre os 8 e os 9 anos que viviam na rua, prostituindo-se. Óbvio que tinham obrigação de reportar às autoridades, mas era sabido que os meninos eram recolhidos em instituições, até fugirem e voltarem à rua. Um ciclo que não se quebrava. Sabiam também que mal saíssem dali, eles retornariam às atividades sexuais remuneradas. E a questão que se levantava era: deviam ou não dar preservativos às crianças?

 

Sim, eu sabia que estas situações existiam, mas... mas... mas! Quando questões destas se impõem, só consigo pensar que há algo de muito errado neste mundo! E de quem é a culpa?

 

http://www.webquestfacil.com.br/pastas/4248/Pirulito.jpg

 

 

O blog no: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D