Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Viajar à Bolonhesa

por Happy & Healthy, em 08.09.14
"Uma das pessoas que me ensinou a viajar foi a minha mãe. A única vez que viajámos juntos, fomos a Roma. Estávamos sentados uma tarde na Piazza Navona, o seu local preferido de Roma. (...) Mas estávamos ali há demasiado tempo, era a primeira vez que vinha a Roma e tinha, logicamente, alguma pressa de seguir caminho e ir ver outras coisas. Sentindo a minha impaciência, a minha mãe disse-me: "Miguel, viajar é olhar."(...) "
Por Miguel Sousa Tavares, em Sul, Viagens
.
O roteiro que fiz este verão, que por mero acaso está muito em voga atualmente: Bolonha - Veneza - Florença, permitiu que visse Itália com uns olhos diferentes de quem apenas conhecia a Roma de há dez anos. Este é um país de história, de arte, de disputa de poder e tudo isto se pode ver apenas mirando a fachada da cidade. No entanto, não é simplesmente algo que se vê, também se sente, e bem.
.
Bolonha guarda a mais antiga universidade do mundo, assim como um preservado centro histórico que data de há uns bons séculos. Como eu disse, as fachadas não enganam. A cidade dos estudantes, bem menos turística comparativamente com as restantes do itinerário, é uma ótima escolha para quem quer sentir Itália e não os visitantes.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Follow

Instagram