Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Happy & Healthy

Happy & Healthy

E cá estou eu mais uma vez para vos salvar. Sempre atenta, hein? Pois é, mais uma época festiva, e com ela os seus excessos, as refeições suculentas, os docinhos da avó e o ponteiro da balança a subir. Parece que não, mas em apenas alguns dias lá se vai o trabalho árduo de preparação para o verão. E, eu sei que não é possível resistir, nem eu vos pediria tal coisa...

 

Para vos ajudar, tenho aqui dicas de duas nutricionistas, das quais sigo regularmente os respetivos blogs (e recomendo!): A Nitricionista e Diário de uma dietista.

 

Em baixo apresento-vos 5 dicas de sobrevivência à Páscoa. Prometo que se seguirem à risca o corpo não se vai ressentir, nem a avó vai ficar chateada porque não provaram o bolinho. ;)

 

 

1. Tire partido da tradição

 

Se virmos bem, a tradição mediterrânica é bem saudável. Temos sempre para acompanhar a refeição uma sopa, salada ou legumes. Use isso a seu favor, tentando consumir mais desses produtos, para que o estômago fique "reconfortado" e seja capaz de resistir a outros menos aconselháveis. Deve ainda optar por alimentos grelhados, evitar molhos e, à sobremesa, preferir fruta.

 

 

2. Modere o chocolate

 

Nitricionista deixou-nos alguns truques para não abusarmos no chocolate:

  • Coloque-o no frigorífico, pois saboreará durante mais tempo, e come menos quantidade;
  • Prefira chocolate negro, conhecido pelo seu alto conteúdo de polifenóis e antioxidantes;
  • Evite chocolate com amêndoa, avelã, amendoim ou outros recheios, pois aumentam o seu conteúdo calórico;
  • Acompanhe com fruta, pois diminui a absorção de glicose e aumenta a saciedade.

chocolate.jpg

 

 

3. Coma à vontade, mas apenas no dia de Páscoa

 

Isso mesmo que leu. Se já sabe que não consegue resistir às tentações da Páscoa, o melhor é comer sem culpa. Não é preciso ingerir um leitão inteiro, mas pode cometer alguns excessos apenas naquele dia. Não vale é atacar nos restos, nos dias seguintes.

 

 

4. Na segunda-feira, recomponha-se

 

Nos dias seguintes, deve ter o cuidado de compensar os excessos da Páscoa. O corpo precisará de gastar as calorias que ingeriu em excesso. Tem aqui algumas dicas de como o conseguir.

 

 

5. Eduque as suas crianças

  • É importante que os mais novos compreendam a cultura por detrás da tradição. Desta feita, pode-lhes explicar por que se costumam comer amêndoas e chocolates nesta altura, pois é um bom argumento para que se convençam que só devem ser consumidos no domingo de Páscoa.
  • Interaja com elas: Pode organizar uma caça ao ovo, em que no fim cada um come o que encontrou. Uma forma de restringir a quantidade, de os pôr a mexer, a pensar e a agir em equipa.
  • Atenção à quantidade: a família deve dar apenas um ovo à criança, idealmente entre 100 a 150g. Opte por chocolate negro, pois como já disse anteriormente, é uma opção mais saudável, por oposição ao chocolate branco que é o mais nocivo.

 

crianças.jpg

 Espero ter ajudado! Uma Páscoa Feliz a todos!

 

 

 
 
 

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D