Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Happy & Healthy

Happy & Healthy


7 alimentos que vão mudar a tua pele

por Happy & Healthy, em 02.09.15

Uma pele saudável e brilhante é uma peça-chave na autoestima de qualquer pessoa. No entanto, para conseguir a pele perfeita, há cuidados essenciais a manter, que vão desde o protetor solar diário, ao cuidado com a nutrição.

 

Escolher os alimentos certos é crucial para uma pele luminosa e, além de ingeridos, podem ser também aplicados topicamente, substituindo assim a quantidade absurda de químicos em forma de cremes, que usamos diariamente.

  

Por isso, descobri 7 ingredientes que garantem um cuidado bem mais natural. Basta aplicar durante meia hora, para obter uma pele nutrida e bonita. Acendam as velinhas e ponham uma música de fundo relaxante, vão ver que o resultado final é digno dos melhores spas. Vamos a isso?

  

After-Sun-Avocado-Body-Mask.jpg

 

 

 

 

#1 Abacate

A polpa de abacate é rica em vitaminas D e E e em saponinas. Estes constituintes estimulam a produção de colagénio e conferem uma pele mais jovem, com menos rugas.

É indicado para peles normais ou secas.

  

 

#2 Ananás

O ananás possui alfahidroxiácidos, capazes de estimular a formação de colagénio, de hidratar a pele e de promover a eliminação de células mortas. A fórmula consiste em triturar a casca e a polpa do ananás, enxaguando devidamente no final da aplicação.

 

 

#3 Uvas

Uma fruta tão comum no solo português, de que frequentemente nos esquecemos de usufruir. Além do vinho, as uvas dão também excelentes cremes, devido às suas propriedades hidratantes. Devem-se triturar e, se necessário, adicionar um pouco de mel e de iogurte natural.

 

 

#4 Mel

Por falar em mel, este é um ótimo produto anti-rugas, apesar de ser mais conhecido pela capacidade hidratante. Como tal, não podia deixar de fazer parte desta lista. É muitas vezes adicionado a outras fórmulas, aplicado sozinho ou ainda juntamente com iogurte natural.

 

 

#5 Cenoura

Este é outro ingrediente capaz de proteger a pele da exposição solar, além de poder auxiliar o tratamento de eczemas ou queimaduras solares. Melhora ainda a textura da pele e confere-lhe uma tonalidade super bonita. O truque passa por triturá-la e espalhar na pele, durante os tais trinta minutos.

 

 

#6 Limão

Rico em vitaminas C e E, é um poderoso antioxidante. Pode ser aplicado às rodelas, ou também adicionado a outras fórmulas como esta: mel + limão + azeite virgem.

Recomendado para peles secas, envelhecidas ou desgastadas pela exposição solar.

 

 

#7 Pepino

Ora aqui está um vegetal que não podia deixar de fazer parte da lista. Em polpa ou em rodelas, o pepino é uma arma potente para a hidratação da pele, tendo um forte poder anti-inflamatório, atuando também como antirrugas.

 

Créditos de imagem | Pinterest


«Morrer jovem… O mais tarde possível!»

por Happy & Healthy, em 02.09.15

2a94699987223f70d11046aa50cf90e8.jpg

 

 

 

 

Envelhecer é algo que me assusta, simplesmente pelo medo do desconhecido, ou mesmo pela dificuldade que tenho na aceitação da efemeridade de tudo, incluindo de nós próprios. Porém, assim como sei que estamos geneticamente programados para envelhecer, há também evidências de que o meio ambiente condiciona a expressão desses mesmos genes. Quero com isto dizer que temos o poder de, através das nossas escolhas, modelarmos a velocidade com que envelhecemos e de prevenirmos o aparecimento de doenças.

 

Esta é uma área cada vez mais investigada no mundo, parece que todos queremos o elixir da vida. Pois eu tenho aqui 12 gotas dessa poção mágica, no frasquinho da medicina antiaging. Vão querer bebê-la?

 

 

  1. Não é segredo que uma nutrição equilibrada faz milagres. Evitem refeições abundantes, ricas em gorduras prejudiciais, como as saturadas ou as trans.
     
  2. Do exercício não se escapam. Faz mais que bem à saúde, se praticado com segurança e moderação. Meia hora de exercício de intensidade moderada, entre 4 a 7 vezes por semana, é o suficiente.
     
  3. Além do exercício, é importante manterem-se ativos no dia-a-dia, ocupando-se com uma atividade ou um interesse na vida, capaz vos tirar da cama. Não esquecendo, claro, que o descanso é fundamental. Há que reservar momentos de lazer e de férias.
     
  4. Manter o peso ideal e constante é uma premissa chave. Para o conseguirem, sugiro que adotem um estilo de vida saudável ao invés de experimentarem todas as dietas da moda, em sequência.
     
  5. O stress, a ansiedade e a depressão levam-nos a um desgaste físico e psicológico e, caso surjam, sugiro que recorram à ajuda de um profissional. É importante que cuidem da auto-estima, que mantenham um espírito otimista e que se rodeiem de pessoas positivas.
     
  6. A máxima deitar cedo e cedo erguer, não escapa à fórmula. Dormir entre 7 a 8 horas por dia, todos os dias, é o recomendado.
     
  7. Fujam das drogas, incluindo o tabaco e o álcool, pois são aceleradores do envelhecimento, degradando o organismo.
     
  8. Mantenham uma vida sexual ativa, praticando sexo seguro. Em caso de dúvidas, recorram a um médico ou a um centro de saúde, não esquecendo que estão protegidos pelo sigilo profissional.
     
  9. Usar o cinto de segurança ou o capacete, se for o caso, moderando a velocidade, é uma medida eficaz, muitas vezes subestimada.
     
  10. Façam um check-up médico anual, ou de acordo com as recomendações do profissional de saúde.
     
  11. Manter a espiritualidade ou a religiosidade pode ajudar a ultrapassar algumas dificuldades e a diminuir a ansiedade. É uma prática que tem sido associada a uma maior longevidade.
     
  12. Não aceitem de ânimo leve sintomas que vos causem mal-estar, como parte natural do envelhecimento. Devemos tentar combatê-los ou minimizá-lo, com a ajuda de profissionais.
     

   

Certamente, alguns de vós estarão a pensar que estas recomendações não são novidade. Mas pergunto-vos, quantos items cumprem regularmente? A dificuldade está em praticar estas técnicas no dia-a-dia, no seio de uma sociedade em que os maus hábitos estão cada vez mais enraizados. Fica o conselho, nunca é cedo ou tarde para começar. Estimulem o corpo e a mente e lutem para se manterem jovens.

 

* Frase do título é da autoria de Pernette du Guillet

Créditos de imagem | Pinterest

 


Boom de antioxidantes

por Happy & Healthy, em 26.08.15

Sempre que ouço a palavra antioxidantes, vem-me à cabeça o vermelho. Vermelho escuro de romã, vermelho vivo de morangos e rosado de frutos do bosque (provavelmente devido à forte publicidade associada a sumos pouco saudáveis).

 

Apesar desta palavra da moda nos chegar, geralmente, na forma de anúncios pouco recomendados, queria-vos transmitir que os seus benefícios são bem reais.

 

Os antioxidantes são capazes de neutralizar radicais livres, partículas instáveis que se formam no organismo, contribuindo para o processo de envelhecimento. Por outro lado, determinados fatores como uma alimentação inadequada, doenças infeciosas ou um ambiente poluído podem fazer aumentar a concentração de radicais livres. Desta forma, incluir antioxidantes na dieta contribui para atrasar o processo de envelhecimento, assim como para prevenir algumas doenças (patologias coronárias e vasculares, cancerígenas, neurodegenerativas, demências, etc).

  

Entre os antioxidantes conhecidos cito o selénio, as vitaminas A e C, o betacaroteno, coenzima-Q10, curcumina, zinco, polifenóis, flavenóides, resveratrol, melatonina, etc., que podem ser encontrados em alimentos tão comuns como vegetais (aipo, abóbora, cebola, alho, alcachofra, alface, beterraba, cenoura, feijão verde, pimento,...), fruta (ananás, banana, uvas, melancia, frutos vermelhos, pêra, maçã, laranja e limão,...), frutos secos (noz, amêndoa, amendoim, pinhão,...), cereias (aveia, trigo,...) e algumas leguminosas (ervilhas, lentilhas,...).

 

Portanto, uma alimentação variada, rica em legumes e frutas, é uma excelente fonte de antioxidantes.

 

Se depois de tudo isto ficaram com vontade de um boom de neutralizantes de radicais livres, aqui fica a receita de um smoothie saboroso e cheio de cor. Excelente para o pequeno-almoço, snack ou mesmo para uma refeição pré-treino.

 

smothie2.jpg

  

 Ingredientes:

  • 1 chávena de framboesas congeladas,
  • 1/2 chávena de beterraba ralada,
  • 1 colher de sopa de linhaça,
  • 1 colher de sopa de sementes de chia,
  • 1 iogurte natural magro (ou de soja),
  • 1 colher de chá de essência de baunilha,
  • 1 pitada de canela.

 

Preparação: Bater tudo no liquidificador e voilà. Super simples. ;)

 


Celulite: Hasta la vista!

por Happy & Healthy, em 10.08.15

O eterno problema feminino. Ninguém gosta de celulite, sobretudo na altura de vestir aquela saia mais curta, ou de dar um mergulho. E para mais não dá jeito nenhum andar a esconder a pele casca de laranja com tanto calor! "Mas é possível reduzir ou eliminar a celulite? É que já experimentei de tudo." Sim, é possível, mas não se iludam, exige compromisso e dedicação! Aqui ficam algumas dicas naturais implacáveis.;)

 

filtro.jpg

   

   

Afinal, o que provoca celulite?

 

A celulite é uma inflamação das células adiposas, produzida pela falta de uma drenagem eficaz da circulação linfática, sendo mais comum na mulher. Porque se forma a celulite? Bem, podem existir diferentes causas:

   

  • Hormonais – Devendo-se essencialmente aos estrogénios, pelo que muitas vezes se acentua na gravidez e com a ingestão de contracetivos orais;
  • Alimentares – A celulite piora muitas vezes com a ingestão excessiva de calorias e de sal;
  • Sedentarimo e Stress – Uma vez que diminuem a circulação periférica.

 

Agora que já sabem a origem, podemos falar finalmente de como eliminar a celulite.

   

  

Como eliminar a celulite?

 

Acreditem que não é impossível, mas exige algum foco da vossa parte, uma alteração do estilo de vida que tem vindo a permitir a instalação da celulite. Os principais conselhos que tenho para vos dar são:

 

  1. Substituir hidratos de carbono de absorção rápida, essencialmente por fruta, vegetais e água, muita água.
  2. O exercício é fundamental, não resistam;
  3. Enriquecer a dieta com alimentos que ajudam a promover a drenagem: alhos, cebolas, couve-de-bruxelas, tomate, cenoura, alcachofra, abóbora, aipo, aveia, soja e finalmente algumas frutas (pêra, maçã, ananás, uva, toranja, laranja e limão).
  4. Experimentar alguns chás de plantas cujas propriedades facilitem a drenagem, há vários disponíveis: cavalinha, dente-de-leão, urtiga, alcachofra e chá verde.

  

A celulite é teimosa, há que vencer a sua teimosia. Mas não desistam, água mole em pedra dura... Muita. ;)

  

  

Segue-me também aqui: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN

  

 


Mindfulness - Como usufruir dos seus benefícios?

por Happy & Healthy, em 04.05.15

Sempre tive uma enorme curiosidade em relação à prática de meditação. Como sou uma pessoa de atividades mais movimentadas, costumava assumir que não iria ter paciência para tal coisa. Mas, a verdade é que o stress diário pode ser uma potente arma contra a nossa estabilidade e, se não nos munirmos de trunfos ainda mais potentes, deixamo-nos levar pela corrente. E, foi assim que cresceu o meu interesse.

 

Curiosamente, na edição de Abril da Super Interessante, foi publicado um artigo que fundamentava os benefícios desta prática, com a opinião de médicos especialistas e artigos publicados em revistas científicas da área. Fazendo-vos um pequeno resumo, os factos são estes:

 

  • Trata-se de uma prática que não está relacionada com qualquer religião;
  • Reduz a percepção subjetiva da dor e a actividade cerebral relacionada com o sofrimento físico (efeito analgésico superior ao da morfina);
  • Redução da ansiedade (através da prática de 3 minutos/dia);
  • Ajuda a controlar o medo;
  • Redução acentuada de stress;
  • Redução da probabilidade de sofrer de AVC ou de enfarte agudo do miocárdio;
  • Ajuda a combater a depressão;
  • Aumenta a agilidade mental;
  • Contribui para uma melhor empatia, autocontrolo, tomada de decisões;
  • Potencia a sensação de felicidade e bem-estar.

  

mindful1.jpg

 

 

Perante tão forte argumentação, não pude deixar de me render. A partir de hoje, prentendo reservar uns minutos do meu dia para meditar. Não é nada complicado, não será necessário pôr-me de pernas para o ar. De certo, requererá alguma prática até sentir que estou a ter êxito na sua execução. Mas, por enquanto, vou começar com confiança! :)

 

Se, tal como eu, ficaram curiosos, aqui estão as instruções para uma prática básica:

 

bigstockphoto_Mindfulness_1686658.jpg

 

  1. Colocar numa posição confortável (postura comum: sentado com coluna direita e ombros descaídos);
  2. Fechar os olhos e relaxar;
  3. Focar a atenção na respiração: sentir o tórax a expandir e contrair suavemente, com o ritmo respiratório;
  4. Se a atenção fugir da respiração, não resistir: observar os seus pensamentos, como uma cena que passa diante dos olhos, não reagir, não julgar, não se envolver. Observar simplesmente o pensamento, as sensações que estes provocam, as emoções que se geram;
  5. Quando o pensamento partir, redirecionar a concentração para a sua respiração novamente. E novamente. E novamente...

 

A mim pareceu-me simples, e a vocês? :)

 

 

O blog no: FACEBOOKINSTAGRAM | BLOGLOVIN

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D